Uma Barcelona além de Gaudí





É claro que falar em Barcelona, é falar em Gaudí.
Mas o post de hoje tem como missão chamar a atenção de vocês para um outro arquiteto catalão, chamado Domènech i Montaner. Ele criou uma pérola do modernismo catalão e, para mim, um dos prédios mais bonitos de Barcelona. É o Palácio da Música Catalã (Palau de la Musica Catalana), sede do Orfeu Catalão, que é um coral de formato sinfônico.



 Vale fazer a visita guiada e, se possível, assistir aos concertos. E não é só música clássica não... Em abril, por exemplo, tem uma apresentação do Jorge Drexler, que é um cantor e compositor uruguaio que eu amo. 

O mais interessante é que você não vê este prédio de longe, como outros ícones da arquitetura catalã. Você vai caminhando por umas ruazinhas e de repente: KATAPLOFT... Você dá de cara com esse monumento. Sensação indescritível.  







Detalhe do teto da Sala de Concertos

Detalhe do fundo do palco principal

Barcelona, ¡te extraño! 
¡Quiero mucho todo eso!

Comentários

Postagens mais visitadas