terça-feira, 10 de julho de 2018

Lápis cor de pele: isto faz sentido pra você?


Outro dia, fazendo o dever de casa com as meninas, Sofia disse que ia usar o lápis "cor de pele" pra pintar a bonequinha.
Aquilo não me soou bem... mas confesso que deixei passar.

Alguns dias depois, me deparei com um livro intitulado "Lápis cor de pele", escrito por Daniela de Brito. Na capa a personagem principal se mostrava bastante pensativa.

Só aí minha ficha caiu. 
Não havia percebido, até então, o preconceito embutido no termo "cor de pele". Afinal de contas, só existe um tipo de cor de pele?
Precisamos repensar crenças limitantes, frases e expressões tão repetidas que a gente nem mais se dá conta do que verdadeiramente significam.
Estou aqui fazendo a "mea culpa".

Depois disto, claro, provoquei uma discussão sobre o assunto em casa e expliquei que existem muitos tons de pele e que, aquele lápis, é só mais um. 

E sabe o que eu descobri recentemente??? (adoro contar novidades!!!)
Uma caixa de giz de cera que dá o real significado a cor da pele. Olha só!!

Para comprar clique aqui


Fazemos as coisas tão "no automático" que não paramos para refletir sobre conceitos (ou preconceitos) embutidos nas frases que falamos rotineiramente.

E você, já havia pensado sobre isto?
Será que existe algum preconceito embutido nas frases que você anda falando por aí?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante pra nós! Obrigada por comentar!