Ler nem sempre é prazeroso!


Ler nem sempre é legal.

Ler nem sempre é prazeroso, especialmente quando a gente está começando a ler.

Esta reflexão da Denise Guilherme,  criadora da TABA (clube de leitura que acabei de assinar), me bateu forte.

Percebi isto claramente com minhas filhas, que estão em processo de alfabetização.

A expectativa (minha, claro) é que elas lessem dois livrinhos por semana, calma e tranquilamente.

A realidade é que elas se cansam, tem dificuldade na pronúncia das palavras, pedem pra parar. Não há nada errado com elas.

Eu é que estou errada. Não me lembro de como deve ter sido difícil o meu processo: aprender a ler, as primeiras letras, sílabas (sou dessa época...rsrs)... Como deve ter sido desgastante o primeiro livro!




O processo de aquisição da leitura é um trabalho árduo, e nós, pais, temos que dar o necessário suporte pros nossos pequenos. 

Explique pra eles que a gente sabe que é difícil este início, que cansa, que às vezes as palavras parecem não conseguir sair, mas que também é que preciso persistir.

Eu que sempre amei nadar, achei perfeita a comparação que ela (Denise) fez. Aprender a ler é como nadar. No começo é difícil, dá medo, mas depois que aprende e é uma delícia! 

Não podemos descuidar deste momento tão importante para a formação de futuros leitores. 

Dá trabalho? Dá. Mas pra isto estamos aqui... 

Para ver a entrevista dela (eu recomendo!!), basta clicar abaixo.